‍Juiz Carlos Rebonatto é empossado desembargador do trabalho do TRT-7

‍Decreto da Presidência da República, publicado nesta quinta-feira (6/7), nomeou o juiz Carlos Alberto Trindade Rebonatto para o cargo de desembargador do trabalho do Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região (TRT-7). O presidente do Regional, desembargador Durval César Maia, realizou a solenidade de posse administrativa do novo desembargador na tarde do mesmo dia, na sala da Presidência. A posse será ratificada pelo Tribunal Pleno do TRT-7 em data a ser confirmada

Foto: Marcelo Oliveira

A promoção do magistrado foi pelo critério de merecimento, a partir de escolha em lista tríplice. Ele ocupará a vaga decorrente da aposentadoria da desembargadora Maria José Girão. O novo membro do TRT-7 integrará a Terceira Turma de Julgamento e a Seção Especializada II.

Em seu discurso, o magistrado manifestou-se honrado pela promoção e declarou estar preparado para atuar em decisões colegiadas. "O juiz não é um vingador, mas um julgador. Deve julgar conforme suas convicções, e não tentar fazer revoluções. É nesse sentido que eu faço questão de continuar em minha carreira. Espero corresponder tanto a sociedade quanto a meus pares aqui no TRT-7", afirmou.

Carreira
Carlos Alberto Trindade Rebonatto atua na magistratura trabalhista desde 1994, quando ingressou na carreira como juiz do trabalho substituto no TRT-7. Em 1999, assumiu a titularidade da Junta de Conciliação e Julgamento (JCJ) de Juazeiro do Norte (atual 2ª Vara do Trabalho do Cariri), onde ficou até 2006, quando recebeu a titularidade da Vara do Trabalho do Maracanaú. Em 2012, passou para a 2ª Vara do Trabalho do Maracanaú, depois para a 18ª Vara do Trabalho do Fortaleza, onde permaneceu até a posse como desembargador. Foi indicado para atuar como Gestor Regional do Programa Trabalho Seguro desde 12/07/2011.

Natural de Passo Fundo (RS), é formado em Direito pela Universidade de Passo Fundo (UPF), com pós-graduação em Direito Cooperativo pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos) e mestrado em Direito Público pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Lecionou em cursos de graduação na Unisinos, UFC e Universidade de Fortaleza (Unifor).

Edilayne Martins

"Não viva para que a sua presença seja notada, mas para que a sua falta seja sentida." (Bob Marley)

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Últimas

BRB