Lula: tenho a experiência de Alckmin para me ajudar a reconstruir o país

No debate na Band, ex-presidente se solidariza com jornalista Vera Magalhães e candidata Simone Tebet, vítimas da misoginia de Bolsonaro


Fotos: Ricardo Stuckert.

Em sua última manifestação no debate da noite deste domingo (28/08), na TV Bandeirantes, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva destacou a importância de sua união com o ex-governador Geraldo Alckmin para reconstruir o país e lembrou de legado de seu governo que melhorou inúmeros indicadores econômicos e gerou mais de 20 milhões de empregos formais.

"Fui procurar um companheiro com a experiência de 16 anos de governo de São Paulo para me ajudar a governar esse país. Eu sei o que fiz, sei o que vou fazer e, por isso, eu não entro no campo da promessa fácil, porque eu sei como é difícil", disse, lembrando que, em seus governos a taxa de juros caiu de 26% para 10% e o desemprego caiu de 12% para 5%".

Brasil fará julgamento histórico de Dilma

Lula também apontou como destaque ter sido o primeiro presidente a indicar uma candidata mulher para substituí-lo e criticou o golpe armado para tirá-la do poder. "Aqui se fala do governo da Dilma, mas ninguém falou do golpe que a Dilma sofreu em 2016. Ninguém falou que derrubaram uma mulher por causa de uma pedalada e não derrubaram um cara por causa de uma motociata", disse, acrescentando que o Brasil fará o julgamento histórico da ex-presidenta Dilma.

O ex-presidente também se solidarizou com a candidata Simone Tebet e com a jornalista Vera Magalhães, que foram vítimas de agressões do presidente Jair Bolsonaro durante o debate.

Edilayne Martins

"Não viva para que a sua presença seja notada, mas para que a sua falta seja sentida." (Bob Marley)

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Últimas

BRB